The Elephant Room

Página 1 de 5 1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

The Elephant Room

Mensagem por William Reddington em Sex Dez 04, 2015 3:36 am



Localizado sob o sótão de Swift e marcado apenas por um pequeno sinal, The Elephant Room pode ser facilmente esquecido, apesar da sua localização no centro. Mas isso faz parte do seu charme, e provavelmente parte da razão Wynton Marsalis nomeado um dos 10 melhores clubes de jazz na América. Bem, isso e os músicos de jazz e blues bem conhecidas que tomam palco sete noites por semana.



O espaço é um esplendor, mal iluminado e íntimo - um complemento perfeito para os sons do palco. Você pode pagar uma cobertura nos fins de semana, mas a maioria dos shows de segunda a sexta são gratuitos.



Por ser um local muito conhecido em Austin e ter sido eleito como um dos 10 melhores clubes de jazz na América, o Pub atrai muitos turistas que sobre a direção da própria dona a Toreadora Ada Kayle, servem como banquete para vários membros da cidade, que se alimentam sobre a restrição de não matarem o Gado, durante o banquete.



O pub fica em um antigo porão no centro de Austin, porém não se engane, ele detém um bar completo e um grande ambiente com pouca iluminação provida apenas por algumas poucas luzes.
avatar
William Reddington

Mensagens : 218
Data de inscrição : 18/11/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Elephant Room

Mensagem por William Reddington em Sex Dez 04, 2015 4:13 pm

William-Narração


Não demorou muito para que Zaki estacionasse a frente do estabelecimento The Elephant Room, já que estavam já deveras próximos do local.

...

Assim que para, Zaki desce do Carro e abre a porta para seu Senhor, por sua vez William, descia do carro segurando seu chapéu e voltava seu olhar para a fachada, que não tinha nada de chamativo, apenas uma placa e um letreiro luminoso próximo ao chão da calçada já que o lugar ficava em um porão. O Ventrue sorri enquanto comenta com seu Lacaio:

-Chega ser irônico, esse estabelecimento tão discreto em sua fachada, pertencer a uma Rosa..

William então atravessou a rua, seguido de seu Carniçal que se mantinha o tempo todo alerta, os passos do Ventrue eram de um homem pacato em sua caminhada habitual, desceu as escadarias do lugar observando as notas de dólares coladas na parede com mensagens de músicos que passaram por aquele lugar.

...

Assim que finalmente chegaram ao estabelecimento de fato, William caminhou até o Bar, onde se apoiou no balcão e com um sorriso disse:

-Me dê uma dose de seu melhor Uísque, sem gelo por favor.

O Ventrue era uma pessoa conhecida no mundo vampírico e ele está ali, provavelmente não era um bom sinal.
avatar
William Reddington

Mensagens : 218
Data de inscrição : 18/11/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Elephant Room

Mensagem por Narrador em Sex Dez 04, 2015 10:13 pm

Zaki acompanha seu senhor atento a todos os pontos. Desde o alto das residências até a superfície plana.

Quando tudo seguro faz um sinal de OK para seu senhor que desce. Atravessam a rua sem enfrentar maiores problemas.

Dentro do estabelecimento uma bar girl com um sorriso no rosto era quem atendia o vampiro naquele momento.

_Boa noite senhor!

_Esta semana nossas atrações estão suspensas. Estamos nos preparando para um evento que se dará dentro de alguns dias. Porém nossos bares estão todos abertos com uma música suave no estilo blues e rock country.
Música ambiente...

Com um sorriso no rosto prossegue.

_Posso preparar uma mesa para os senhores?
avatar
Narrador
Admin

Mensagens : 1197
Data de inscrição : 17/11/2015

Ver perfil do usuário http://austinnoturno.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Elephant Room

Mensagem por William Reddington em Sab Dez 05, 2015 12:01 am

William-Narração

William sorriu para a BarGirl, o Ventrue era naturalmente carismático e também trazia conforto para a jovem atendente, sendo assim permitiu que a mesma continuasse falando enquanto fixava seu olhar nos olhos da jovem. Então disse:

-Certo..

O Ventrue meneou a cabeça negativamente quando a mesma lhe ofereceu uma mesa para se sentar e apenas disse sorrindo enquanto olhava em volta o ambiente:

-Não não, muito obrigado...

-Não planejamos ficar muito tempo, só me dê meu Uísque sem gelo e diga para a Senhorita Kayle que Reddington está aqui.

O Ventrue então terminou fitando a jovem, enquanto aguardava a mesma fazer o ordenado.
avatar
William Reddington

Mensagens : 218
Data de inscrição : 18/11/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Elephant Room

Mensagem por Narrador em Sab Dez 05, 2015 1:02 am

A bargirl faz como solicitado, entregando a dose de whisky para William. Logo após isso se retira da presença dos cavaleiros indo a procura de Ada Keyle.

Primeiro um homem surge, era Thomas, seu truculento carniçal, tão grande e poderoso quanto Zaki.

Certamente a rosa mandou ele checar quem era e vê se estava tudo seguro para que descesse. Ele diz algo em um ponto de comunicação preso a seu termo.

Ada desce acompanhada de mais dois carniçais, sendo um deles mulher. Essa era Conhecida como Annya Félix, e seu poder era também equivalente ao de Zaki.

O outro era um homem igualmente forte fisicamente a Zaki, mas era desconhecido, provavelmente um carniçal novo ou William saberia.

Ada se aproxima de Reddigton, mas somente Anna acompanha sua senhora, os outros dois ficam no canto do salão, fazendo a segurança de forma bastante atenciosa.

_Boa noite senhor Reddigton, a que devo a honra.

A mesma se aproxima e lhe beija o rosto de furna respeitosa.

Ada era um exemplar da cultura negra no feudo, linda e delicada, como uma rosa de fato. Era deveras influente e com muitos contatos na cidade.

Austin por viver da fama de artistas inúmeros que passam por ali, Ada consegue facilmente manter uma rede de informações diversificada e bastante sólida para com esses artistas.

avatar
Narrador
Admin

Mensagens : 1197
Data de inscrição : 17/11/2015

Ver perfil do usuário http://austinnoturno.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Elephant Room

Mensagem por William Reddington em Sab Dez 05, 2015 2:49 am

William-Narração

Quando o Carniçal desce para verificar quem era, William lhe lança um olhar tranquilo, lhe esboçando um leve sorriso de canto de boca.

...

Então finalmente Ada desce junto de seus dois Lacaios, o Ventrue a acompanha com o olhar enquanto fitava levemente o que ele não conhecia. Ada era uma vampira precavida, talvez tão precavida quanto ele próprio.

...

Quando a mesma se aproxima, William se levanta como o cavalheiro que é, retirando o chapéu e correspondendo o beijo respeitoso com outro, enquanto pegava em sua mão e dizia:

-Muito boa noite Senhorita Kayle...

-Maravilhosa...

O Ventrue voltou seu olhar para Zaki sorrindo enquanto afirmou novamente:

-Está maravilhosa como sempre.

-Não é mesmo Zaki?

William era naturalmente um homem galanteador, porém demonstrava respeito a todo momento. Então o Ventrue voltou seu olhar para a Toreadora de forma mais séria e dizia:

-Precisamos conversar sobre essa festa que pretende fazer..

-Novos acontecimentos na cidade e estou preocupado com seu evento.

William era um homem muito respeitoso e galanteador, porém, estava ali como Algoz e Ada sabia bem que o Ventrue, levava a sério seu trabalho, o pior era que sabia que Reddington gostava do que fazia, o que trazia ainda mais desconforto para os membros terem de lidar com ele, afinal, ele era incumbido de punir infratores e sua presença sempre era seguida de várias perguntas de porque.

...

Porém, Ada sabia que se estivesse sendo alvo de alguma punição, não estaria tendo uma conversa amistosa como aquela. O caso ali parecia ser de fato uma preocupação vinda do Algoz, que provavelmente sabia de algo que estava acontecendo na cidade e estava ali para assegurar que tudo estava em ordem, em relação a garantir a segurança dos membros.
avatar
William Reddington

Mensagens : 218
Data de inscrição : 18/11/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Elephant Room

Mensagem por Narrador em Sab Dez 05, 2015 3:48 am

Ada sorria após ouvir as falas doces daquele homem perigoso, porém sedutor. Não era bonito, mas se vestida bem e sabia tratar uma dama como deveria, isto é, quando não estava em seu papel de algoz malvado.

_Assim você me deixa sem jeito William, o que Zaki vai pensar de nós... rsrsrs...

A Toreadora não tinha nada o que temer, tinha a moral imaculada e o prestígio para colocar o ventrue para fora da cidade se desejasse ou simplesmente em seu devido lugar.

Uma simples reclamação dela para com o príncipe seria levado em conta. Ou tão somente poderia levar a situação aos primogenos e após isso seria votado e puft, adeus algoz.

Mas não era isso que ela queria, o algoz nunca lhe fez nada, pelo contrário, sempre ajudou ou se preocupou com ela, como agora.

Para Ada ele era um docinho de pessoa e sempre manteve relações boas para com ele, e aquela cara de bom moço e bochechas gordinhas, dava vontade de apertar até ficarem vermelhas.

Pegando no braço do algoz e conduzindo até uma mesa mais reservada.

_Catellyn -olhava na direção da belíssima bar girl- Sirva Zaki com a bebida e comida que ele lhe pedir.

Chegando a mesa, espera que Reddigton preparesse seu assento, puxando a cadeira para se sentar e terem a conversa que tanto desejava.

Quando acomodados diz com um belo sorriso no rosto:

_Então o senhor dizia da segurança do evento não é mesmo?
avatar
Narrador
Admin

Mensagens : 1197
Data de inscrição : 17/11/2015

Ver perfil do usuário http://austinnoturno.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Elephant Room

Mensagem por William Reddington em Sab Dez 05, 2015 7:35 pm

William-Narração

William seguiu quando puxado pelo braço até a mesa junto de Ada, quando a mesma oferece algo para que Zaki comer, o Ventrue apenas olha para o seu Lacaio fazendo um breve aceno com a cabeça permitindo que o mesmo coma e mesmo que não precisasse apenas disse a seu velho amigo:

-Só não beba meu velho amigo..

Se sentou então junto da Toreadora e quando a mesma o indaga, William ascende com a cabeça dizendo em um tom mais baixo:

-Isso mesmo, essa noite fomos surpreendidos por um aviso ao Príncipe, enviado pelos Demônios do Sabá...

William olhou em volta e depois novamente para o belíssimo rosto de Kayle e prosseguiu:

-Como seu evento se espalhou pela cidade rapidamente e trará a ele todo tipo de membro dessa cidade, vim ter garantias de que está preparada para isso.

-Já temos problemas com os Anarquistas na cidade e agora o Sabá que não passa de uma sombra do que já foi nessas terras, vem também ser um adversário ao principado...

O Ventrue faz uma breve pausa olhando em direção a seu Carniçal, desviando o olhar rapidamente e continua:

-E sabemos que nada melhor para afetar um Príncipe do que atacar uma festa com todo tipo de membro da cidade nela.

-Além disso, não quero que nada dê errado ao seu evento, dado que seria uma vergonha caso algo acontecesse durante o mesmo.

William então se calou, enquanto aguardava as palavras de Ada, durante a espera o Ventrue batia a sua mão contra a própria perna no ritmo da música, parecia que agradava os ouvidos do vampiro.
avatar
William Reddington

Mensagens : 218
Data de inscrição : 18/11/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Elephant Room

Mensagem por Narrador em Dom Dez 06, 2015 4:03 am

O som que tocava era um jazz em um tom suave, baixo o suficiente para que ambos tenham uma conversa agradável.

Kayle durante todo instante olhava a Reddigton com um sorriso doce no rosto sem desviar seu olhar do dele um segundo sequer.

Pisca algumas vezes de forma natural, mas a beleza estonteante da membro a frente era tamanha que um simples movimento gesto natural se tornava sedutor.

A rosa negra aguarda de forma paciente William demonstrar suas preocupações, para então lhe dizer:

_Senhor Reddigton, meu bom homem, esta tudo tão seguro e perfeito que tenho medo dos Sabás que se fizerem presentes neste lugar.

_Pedi só primogeno Crane para que me cedesse alguns de seus homens para partrulhar todo perímetro, assim como também todo clã da rosa se empenhou em me ajudar cedendo seus mais valorosos carniçais nesta noite.

_Crane estará presente, mas no papel de xerife, o senhor estará também, mas gostaria que em uma noite, somente nesta noite, participasse como convidado.

A primogeno não era tola, certamente não era.

Se Reddigton se fizesse presente como convidado, ele com toda certeza não iria sozinho e de um modo ou de outro acabaria por reforçar a segurança com seus homens, ela não pediu, mas certamente maquinou em sua mente. Porém, não era uma proposta ruim.

_Então senhor, o que me diz?
avatar
Narrador
Admin

Mensagens : 1197
Data de inscrição : 17/11/2015

Ver perfil do usuário http://austinnoturno.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Elephant Room

Mensagem por William Reddington em Dom Dez 06, 2015 4:22 pm

William-Narração

William ouvia as palavras da Primógena Toreadora, lhe dando toda a atenção, meneava a cabeça demonstrando que a entendia enquanto ainda sim, batia com os dedos sobre seus próprios joelhos no ritmo da música.

...

Por fim sorriu com a explicação da Toreadora, que era muito perspicaz em suas ações, fazendo o Ventrue bater palmas enquanto soltava um pequeno gargalhar dizendo:

-Palmas Senhorita Kayle!

-Palmas!

-De fato pensou em tudo, inclusive em me ter como convidado para assegurar ainda mais sua segurança, devo dizer que estou impressionado!

William reconhecia a bela jogada da Toreadora, porém mostrava ali que percebeu sua artimanha, mas que de fato estava satisfeito por ela ter pensado em tudo. Quando a mesma o indaga, ele menava a cabeça positivamente dizendo:

-Claro Senhorita Kayle, jamais deixaria qualquer membro da cidade em um evento que possivelmente pode ser um alvo, sem minha proteção.

-Além do mais, pode ser que eu tenha a oportunidade de fazer novos aliados não é mesmo.

William então fitou o ambiente por alguns segundos e disse:

-Separe um ótimo lugar, para mim em seu evento.

O Ventrue sorriu de forma jocosa para a Toreadora, enquanto a fitava admirando mais uma vez sua beleza.
avatar
William Reddington

Mensagens : 218
Data de inscrição : 18/11/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Elephant Room

Mensagem por Narrador em Dom Dez 06, 2015 8:13 pm

Kayle se mostra surpresa com o gesto do ventrue. E sorri mais largamente quando ele começa a falar, como se tivesse sido pega de surpresa, ou como se não esperasse Reddington dizer, mesmo que descoberto uma intriga simples e boba como essa.

Todavia logo descobre o motivo de ser trazido a público algo banal, Reddington queria um lugar de destaque.

_Ah, sim, isso é claro!

_Não precisa se preocupar, e uma folga no trabalho tedioso *Dá uma leve pausa* por mais que se goste dele, as vezes é bom!

Dá uma olhada tímida.

_Tenho certeza que o senhor ficará muito belo em um smoke preto com gravata borboleta, não não, isso esta fora de moda... Isso, claro, uma linda gravata de seda do Roberto Cavalli vai estar lindo.

_Não se preocupe quanto a isso, seu lugar já era de destaque mesmo antes de você me pedir.

_E quanto a apresentação do modelo como a segurança irá se portar no dia, entregarei ele ao xerife na próxima noite, e posso fazer isso com você também.

William sabia que este papel era do xerife, mas um conselho e uma analisada antes de entregar a ele poderia poupar o trabalho de voltar e refazer tudo.

Nenhuma festa naquela cidade era aprovada sem que o xerife autorizasse, e após isso Ethan dando o aval final. Crane era naturalmente chato, mas não por ele, e sim por que Ethan é que dava o aval final, e sua fissura por segurança era perturbadora as vezes.
avatar
Narrador
Admin

Mensagens : 1197
Data de inscrição : 17/11/2015

Ver perfil do usuário http://austinnoturno.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Elephant Room

Mensagem por William Reddington em Seg Dez 07, 2015 10:41 pm

William-Narração.

O Ventrue sorri para a Toreadora, meneando a cabeça conforme a mesma falava sobre uma folga do trabalho de Algoz, então William diz:

-Queria eu poder me dar a esse luxo nas ultimas noites Lady Kayle.

-Porém, com certeza sua festa será de grande valia para que eu possa estender minha influência, fazendo assim novos aliados, para manter a manutenção da cidade.

Observava a Rosa Negra, lhe adulando falando que o Ventrue ficaria bem em um Smoke preto e se mostrando tímida em suas palavras. Porém, William sabia que era mais uma maneira dela mantê-lo dentro de seus planos, porém, seguia dando corda para a mesma:

-Com certeza, sei bem que não está fora de moda um belo Smoke.

-Estarei com um com toda a certeza.

William ascendeu com a cabeça positivamente, quando a mesma falava em lhe entregar o esquema de segurança e disse:

-Por gentileza faça isso, assim poderei cobrir melhor o lugar..

Então o Ventrue colocou a mão no seu bolso, retirando o relógio de bolso de dentro dele e olhando as horas, voltou seu olhar novamente para Ada e disse:

-Srta Kayle, gostaria muito continuar desfrutando de sua companhia, mas não vou tomar mais seu tempo.

-Aguardarei o esquema de segurança que você o fez, ansioso.

O Ventrue se levantou pegando na mão da Primogena Toreadora, a olhando nos olhos e com um sorriso jocoso disse:

-Espero que possamos nos encontrar a sós qualquer noite dessas, longe dessa política toda.

-Adoraria aproveitar uma noite de 'folga' a sua companhia.

William então deu um leve beijo sobre a mão da Rosa Negra e sorriu, a soltando delicadamente, enquanto levava a outra mão em seu chapéu o levantando em um breve cumprimento dizendo:

-Com sua licença Lady Kayle..

-Caso precise sabe como me encontrar..

William então aguardou se a Toreadora lhe diria mais algo, antes de se afastar com um sorriso no rosto.
avatar
William Reddington

Mensagens : 218
Data de inscrição : 18/11/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Elephant Room

Mensagem por Narrador em Ter Dez 08, 2015 1:56 am

Ada ouvia atentamente ao algoz e era impressionante o modo como ela se portava em sua presença, era segura de si, bem resolvida e não sentia na bela rosa negra o medo contido e por muitos maqueados quando em sua presença, ela agia de forma muito natural.

Seus olhares era como se estudasse o vampiro a frente, não como um inimigo, mas como alguém interessante, em um cargo temido, a se desvendar.

Mas ainda assim o algoz não sente sua privacidade invadida, Ada era como uma donzela (menina que ainda se mantém virgem) a frente do primeiro namorado, curiosa e contida, ainda que sem intenção alguma de esconder isso de fato.

William jamais saberia o que ela pensava de fato, não tinha este poder, e talvez nem queria. Se sentia mais a vontade obrigando todos os que eram alcançados por ele a dizer o que sentiam, do que usar de métodos tão antiquados dia anciões. Era mais divertido assim...

_Sim Meu homem, faça isso, me sentirei melhor em ver que se divertiu e confraternizou de verdade e se, somente se, sentir melhor com isso, encare como um ofício de um dia comum.

_Porém admito que em uma festa deste porte, laços são formados e alianças reavivadas. Este é o verdadeiro intuito da festa...*Faz uma pausa dramática* União de tudo o protetorado!

Aquilo não era um favor que faria a ela, era uma festa oficial, autorizada pelo príncipe e com isso, por ser um de seus homens, era seu dever cuidar e zelar por todos os membros.

Tais palavras soaram como uma facada direto no coração, abrandadas por assopros e doces beijos para sarar a ferida.

Ada mostra de fato o motivo de ser a primogena e como se mantém em seu cargo, mesmo Ernest sendo o Toreador mais velho desta cidade.

_Claro senhor Reddigton, permita lhe acompanhar até a saída e, amanhã, irei lhe procurar bem cedo. Ok?
avatar
Narrador
Admin

Mensagens : 1197
Data de inscrição : 17/11/2015

Ver perfil do usuário http://austinnoturno.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Elephant Room

Mensagem por William Reddington em Ter Dez 08, 2015 2:14 am

William-Narração.

William meneou a cabeça com um sorriso diante das palavras a Toreadora, dizendo:

-Claro minha querida, claro..

O Ventrue cedeu o braço para Ada quando a mesma fala que o acompanhará até a saída, assim que a mesma pega ele, caminha junto da Rosa para a saída, enquanto volta seu olhar para Zaki dizendo:

-Vamos embora Zaki, a hora da folga acabou.

William retira algumas notas do bolso de seu terno, o suficiente para bancar o que seu carniçal comeu e mais uma boa gorjeta a bargirl, colocando sobre o balcão e dizendo:

-Aqui está, fique com o que sobrar de gorjeta.

Sorriu para a funcionária do estabelecimento, voltando seu olhar para Zaki e depois para saída, era o suficiente para que o lacaio soubesse o que fazer.

...

Enquanto caminhava o Ventrue se despedia:

-Obrigado pela atenção Lady Kayle..

-Irei ficar a espera na próxima noite de seu contato.

Enquanto ainda caminhava em passos lentos, pousando sua mão no braço da Toreadora, dizia:

-Caso precise de algo, sabe como entrar em contato comigo.
avatar
William Reddington

Mensagens : 218
Data de inscrição : 18/11/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Elephant Room

Mensagem por Narrador em Ter Dez 08, 2015 12:02 pm

A Toreadora aceita o braço do ventrue como gesto de afeto e também uma forma de cortesia.

Levar alguém até a porta tinha um significava positivo e que ela era bem vinda em sua casa, neste caso se aplicava a este domínio ao mesmo, William tinha livre acesso para ir e vir e deveria voltar mais vezes. Era essa impressão que passava, uma impressão genuína.

Ao passar por Zaki e informar de seus deveres, o mesmo prontamente atende a todos de forma bastante natural. Tinha bebido apenas uma água e a Bargirl agradece com um largo sorriso aquela gorjeta generosa.

William agradece toda generosidade e Ada responde de forma cortês.

_Pessoas como nós *gesticula enquanto fala* devem sempre ser tratadas com o respeito devido a nosso cargo. E mesmo se não ouvesse cargo algum em jogo, a bondade prevaleceria entre nós, pois somos generosos, afinal, temos o que plantados e se chegamos ao cargo de confiança que temos, é por que fizemos por merecer.

_Obrigado por sua visita, abrilhantou meu dia e sim, sei como procurar você e você a mim... -diz se pondo a disposição de forma igual-
avatar
Narrador
Admin

Mensagens : 1197
Data de inscrição : 17/11/2015

Ver perfil do usuário http://austinnoturno.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Elephant Room

Mensagem por William Reddington em Qua Dez 09, 2015 12:16 am

William-Narração

William sorri meneando a cabeça com a afirmação Toreadora e diz:

-De fato minha querida..

Quando chegam a porta, ouve as palavras de Ada se colocando a disposição e então diz:

-Ficamos assim então mi Lady..

O Ventrue então pega a mão da Toreadora e lhe da um leve beijo sobre ela, volta seu olhar para a mesma com um sorriso gentil enquanto diz:

-Foi um enorme prazer.

-Já estou ansioso para reencontra-la amanhã no inicio da noite.

Então solta a mão da Rosa e toma rumo a saída, subindo as escadarias na qual o levariam para a rua.
avatar
William Reddington

Mensagens : 218
Data de inscrição : 18/11/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Elephant Room

Mensagem por Narrador em Qua Dez 09, 2015 11:38 pm

A Toreadora é deixado para trás em sua casa de festas bastante atarefada, apesar de ser um assunto trivial ao vampiro, sabia que as rosas davam um valor imenso a seus eventos onde facilitavam a interação entre membros e alimentando a intriguenta Jhyad, tornando-a menos enfadonha.

Zaki atravessa a rua olhando para os lados a procura de algum problema, ao certificar que estava tudo bem, faz um sinal para seu senhor, confirmando que estava tudo limpo.

A porta já estava aberta e após se acomodarem, aguarda com o veículo ligado as instruções para o próximo destino.
avatar
Narrador
Admin

Mensagens : 1197
Data de inscrição : 17/11/2015

Ver perfil do usuário http://austinnoturno.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Elephant Room

Mensagem por William Reddington em Qui Dez 10, 2015 1:04 am

William-Narração.

William entrava dentro do carro, sentando e cruzando as pernas de forma elegante, olhou para o retrovisor dizendo:

-Siga devagar dando algumas voltas no centro, preciso fazer uma ligação antes de decidir pra onde vamos.

O Vampiro então pegou seu celular, procurou o número de Crane e ligou para o mesmo.

**Aguardando ser atendido**
avatar
William Reddington

Mensagens : 218
Data de inscrição : 18/11/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Elephant Room

Mensagem por Narrador em Qui Dez 10, 2015 4:42 pm

Zaki faz como solicitado e dirige o carro de um modo econômico, sem forçar os motores, a cerca de 60 km no máximo.

William então liga para Crane.

**Ligação**

_Estou em uma reunião com o clã Giovanni, seja breve! *Não respondia secamente, apesar de entonação de voz rouca e rasgada parecer denotar tal sentimento*
avatar
Narrador
Admin

Mensagens : 1197
Data de inscrição : 17/11/2015

Ver perfil do usuário http://austinnoturno.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Elephant Room

Mensagem por William Reddington em Qui Dez 10, 2015 6:37 pm

William-Narraçãp

*William ouve a voz de seu amigo Xerife e diz:*

**Ligação**

-Ótimo, está em uma reunião com os Giovannis então o trabalho foi poupado.

-Serei breve.

-Liguei para avisa-lo que Ethan me mandou ficar de olho nos independentes da cidade.

-Então gostaria que me ajudasse nisso, já que é algo comum para nós.

William fazia uma pequena pausa procurando o papel com os nomes e então continua:

-Entre eles estão os membros (Segue a lista que o príncipe me passou).

-Caso saiba algo deles me avise.

William então aguardou a resposta de Crane para então desligar.
avatar
William Reddington

Mensagens : 218
Data de inscrição : 18/11/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Elephant Room

Mensagem por Narrador em Qui Dez 10, 2015 8:27 pm

**Ligação**

_Ótimo, já lhe poupei um trabalho, você vai me poupar outro.

_A setita de nome Anne Marie parece saber de alguma coisa sobre os dragões, vá até ela e arranque tudo que conseguir. Ameace se for preciso, feche a casa de atrações caso ela se negue a cooperar, mas me traga uma resposta.

_Se ela tiver de brincadeira sem graça conosco, dê a ela uma lição de qualquer modo.

_Depois me ligue dizendo o que conseguir, ok?

Aguarda em silêncio a resposta para tão somente desligar.
avatar
Narrador
Admin

Mensagens : 1197
Data de inscrição : 17/11/2015

Ver perfil do usuário http://austinnoturno.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Elephant Room

Mensagem por William Reddington em Qui Dez 10, 2015 10:35 pm

William-Narração

William sorriu ao ouvir as palavras do Xerife, por fim respondeu:

**Ligação**

-Humm...Nada mais justo que pouparmos trabalho um do outro.

-Farei como quer, irei para lá imediatamente.

-Sendo assim, não irei lhe atrapalhar mais.

-Boa noite velho amigo, antes do fim da noite, lhe darei notícias.

**Ligação encerrada**

Assim que desliga, William volta seu olhar para o retrovisor, buscando os olhos de Zaki e diz:

-Siga rapidamente para o Le Point Zero, temos de resolver coisas lá.

-Passe um rádio para nossos homens e quero todos posicionados no perímetro, a paisana, atiradores em todas as entradas e saídas.

-Temos um trabalho sério para Crane e o Príncipe hoje.

-Não estamos indo para brincar.

-Quero tudo isso pra ontem.

O Vampiro então se cala, esperando que Zaki fizesse o ordenado.
avatar
William Reddington

Mensagens : 218
Data de inscrição : 18/11/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Elephant Room

Mensagem por Narrador em Qui Dez 10, 2015 11:08 pm

O carniçal reduz a velocidade a uma estimativa menor do que já estavam, se tinha que ligar enquanto dirigia e não tinha outra opção, faria isso de forma segura.

Faz uma ligação ao cabeça do grupo especial que se seguia após ele, para após isso repassar ao grupo, dando os dados e o que tinham que levar.

Fala tudo em código de rua para não chamar atenção, de modo que para alguém que ouvisse a conversa por algum motivo, não passaria de nada mais, nada menos que um convite para uma noitada no Lé Point Zero.

Após isso diz a seu senhor:

_Esta feito!

Coloca um giroscópio em cima do teto do carro e acelera grosseiramente a medida que os veículos a frente davam passagem.

[Próximo post Le Point Zero]
avatar
Narrador
Admin

Mensagens : 1197
Data de inscrição : 17/11/2015

Ver perfil do usuário http://austinnoturno.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Elephant Room

Mensagem por Anabelle em Seg Abr 11, 2016 6:39 pm

*Anabelle passa o curto percurso entre a loja de penhores e a Elephant Room em silêncio, com o olhar perdido mirando a rua, mas sem nada ver realmente.
Ao chegarem na porta de entrada da casa de Jazz, sente-se um pouco deslocada, talvez tivesse exagerado ao escolher seu traje.
Ethan havia  dito um baile de máscaras, automaticamente ela imaginara um suntuoso salão de bailes, ou uma despendiosa mansão repleta de estátuas, afrescos e pinturas raras.
Fora uma  surpresa  boa, talvez o clã da rosa  não fosse tão afetado em Austin. Ou, pelo menos  não nutrisse a obsessão pela opulência e ostentação que ela já observara em tantos daquela casa.
Dando os ombros ela conclui que a escolha inadequada de traje seria considerada apenas uma excentricidade malkaviana.
Ela aguarda que aporta do carro seja aberta e então graciosamente.*desce.
avatar
Anabelle

Mensagens : 80
Data de inscrição : 05/03/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Elephant Room

Mensagem por Seraph em Qui Maio 05, 2016 8:46 pm

*Ignora os cumprimentos dos homens na entrada como se nunca os tivesse ouvido. Adentrando o local, observo seu interior, já que aquele lugar nunca me chamara atenção para que o tenha visitado antes. E procuro pelo Ventrue (William).*
avatar
Seraph

Mensagens : 317
Data de inscrição : 18/11/2015
Localização : Austin

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Elephant Room

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 5 1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum